Página Notícias

ALEMANHA

Podemos considerar a Alemanha como a Borgonha dos vinhos brancos, quando falamos dos vinhedos, vilas e regiões deste país. A classificação VDP, adotada por cerca de 200 produtores, entre os melhores deste país, ressalta esta semelhança. A variedade Riesling, considerada nobre entre as brancas, é a mais plantada na Alemanha. A origem provável da Riesling é o Rheingau, pequena região às margens do rio Reno, produtora quase exclusiva de vinhos desta casta. Esta região junto com o Mosel, outra excepcional região às margens do rio Mosela, concentra muitos produtores VDP em vinhedos nas encostas íngremes e ensolaradas desses dois rios, Reno e Mosela. Junto com o Pfalz são as três regiões mais importantes para a produção de vinhos de Riesling. No Pfalz, a produção dos melhorea vinhos de Riesling ocorre em áreas mais planas ou encostas suáveis, quando comparadas com as outras regiões. No Rheingau e no Mosel temos produção de uvas em torno do paralelo 50 ou um pouco mais, algo impensável no hemisfério sul. A condição climática nestes locais faz com que a escolha dos locais de produção seja sempre muito cuidadosa. Por outro lado os solos destas regiões, o clima e a longa experiência e tradicão dos produtores são excelentes terroirs para a variedade Riesling. A diversidade de vinhos produzidos com esta variedade só é comparada ao que temos na Borgonha com a Pinot Noir e Chardonnay. Alguns produtores chegam a apresentar mais de um dezena de rótulos com características muito diferentes. São produtos de vários terroirs da mesma casta dentro de uma mesma propriedade. Neste país temos de forma bem clara a expressão do terroir dentro da garrafa. Assim a Riesling proporciona vinhos de boa acidez que combinam perfeitamente com os pratos da gastronomia alemã. Para os pratos de nosso clima seria uma perfeição se a oferta fosse maior, mais variada e de preços mais razoáveis. É uma grande lacuna em nossas cartas de vinho em restaurantes. Na dúvida sobre como escolher e comprar, vai uma dica: na cápsula dos vinhos dos melhores produtores encontramos uma águia estilizada com a indicação VDP, seguida de uma das quatro classificações, em ordem crescente de qualidade: Gutswein (vinho regional), Ortswein (vinho locak ou village), Erste Lage (vinho de vinhedo premier cru), Grosse Lage (vinho de vinhedo grand cru).

Mario Mucheroni - Diretor de Degustação da ABS São Carlos
texto escrito após a viagem da ABS São Carlos em novembro de 2019